Quantcast

Ao pé da Cordilheira dos Andes, um convite para descobrir a história argentina, desfrutar da neve, viver a aventura e degustar os melhores vinhos.

A cidade de Mendoza está situada ao pé da Cordilheira dos Andes no noroeste do Estado homônimo. Já foi ponto de partida do Exército Libertador dos Andes e hoje é a porta de entrada às rotas vitivinícolas de uma das Grandes Capitais Mundiais do Vinho. Com a Cordilheira sempre no horizonte, a cidade é também o marco inicial dos montanhistas mais exigentes do mundo.

Fundada no século XVI como estação de passo para atravessar a Cordilheira no caminho comercial desde o Rio de la Plata até Santiago de Chile, se reconstruiu quase integramente trás o terremoto que a devastou em meados do século XIX. Belo oásis em meio ao deserto, esta é a cidade vergel que soube cair e levantar-se novamente. Fundada uma vez, reconstruída outra. Na Área Fundacional, a “Mendoza Velha” guarda as ruinas do tempo colonial. A “Mendoza Nova” está centrada em volta da Praça Independência e circundada por quatro praças menores. O Parque General San Martín é um pulmão verde de mais de 500 hectares de arvoredos e jardins e um lago imenso que estimula a contemplação da vida em sua margem. Nas alturas, o Cerro da Gloria oferece uma das postais mais tradicionais da cidade.

Nas ruas largas e nas calçadas resplandecentes, Mendoza mostra orgulhosa sua caprichada beleza. Pelos canais corre a cristalina água de degelo. Hotéis boutique e restaurantes gourmets se levantam junto a tradicionais museus e novíssimos centros de arte e cultura. A vida noturna se comemora deliciosa, nos restaurantes, nos bares e nas vinotecas onde são degustados os melhores Malbec da Argentina.

Share Share Share Share

Mais para ver