Quantcast

Muito perto da cidade de Buenos Aires, entre selvas do rio e as pastagens, 300 espécies de aves. Uma excelente introdução ao avistamento de aves em solo argentino.

Nos diversos setores da pampa ondulada habitam diversos tipos de aves. Entre as flores-de-coral: a choca de chapéu vermelho, o jacuguaçu e iraúna do bico branco. Nos bosques: os capuchinos, o bate-bico, os balança-rabos, o arapaçu-de-cerrado,  o sabiá-do-campo, o pula-pula, o curicaca, o cardeal, a viuvinha-alegre, a tarambola dourada e varias espécies de pica-pau. E nas ribeiras dos rios: a galinha d’água, os patos, as garças e o ostraceiro, os jaçanãs, os mergulhões e várias espécies de guarda-rios. As aves de rapina também podem ser observadas na extensa pampa e em suas áreas úmidas: águias e abutres, falcões, gaviões, urubu-de-cabeça-preta e corujas sulcam os céus em busca de suas caças.

 

UM LUGAR: A Reserva Natural Otamendi - Área de Importância para a Conservação de Aves e lugar RAMSAR- abrange 2.600 hectares de monte costeiro e áreas úmidas, com alguns bosques e pântanos. Situada nas margens do rio Paraná no partido de Campana, Estado de Buenos Aires, a 70 km da cidade de Buenos Aires, sua extensão inclui três regiões ecológicas: Pastizal Pampeano, Espinal e Delta e Ilhas do Paraná. Aqui abunda a fauna autóctone como a capivara, o cervo de pântano e a doninha.

 

Share Share Share Share

Mais para ver