Estudar na Argentina

A Argentina é um país multicultural, com uma grande diversidade de paisagens e de costumes.

Um país onde as tradições de seus povos ancestrais se combinaram com as dos imigrantes que chegaram da Europa durante os séculos XIX e XX, formando uma identidade singular, e apaixonada. A Argentina é um país de gente amigável, que gosta de compartilhar, junto ao inseparável mate, sua história, sua cultura, sua forma de vida, e onde você se sentirá tão à vontade como em casa de um amigo.

Estudar na Argentina significa criar oportunidades para o futuro, além de viajar, você pode viver experiências inesquecíveis.

Uma educação universitária de qualidade

A Argentina tem um dos sistemas educativos mais reconhecidos da América Latina devido à sua excelência acadêmica, mais de 50.000 estudantes de diversas partes do mundo já escolheram a Argentina para realizar seus estudos de graduação e pós-graduação, ou de espanhol.

Na Argentina, a oferta de cursos de graduação, pós-graduação e especializações é diversa e qualificada. O sistema universitário argentino conta com 120 instituições públicas e privadas, reconhecidas internacionalmente, às que assistem mais de 1,8 milhões de estudantes em todo o país, dos quais, 80.000 estão cursando pós-graduação.

Quatro séculos de tradição e a excelência acadêmica das universidades argentinas onde se formaram 5 ganhadores de Prêmios Nobel: Carlos Saavedra Lamas, Bernardo Alberto Houssay, Luis Federico Leloir, César Milstein e Adolfo Pérez Esquivel- convertem o país em um dos mais reconhecidos da região em matéria educativa.

120 instituições
públicas e privadas

1,8 milhões de estudantes

5 ganhadores de
Prêmios Nobel

A qualidade das universidades está garantida por avaliações periódicas realizadas pela Comissão Nacional de Avaliação e Acreditação Universitária (CONEAU), um organismo composto por representantes parlamentários, das universidades e do Ministério de Educação da Nação.

Características gerais do país

A República Argentina está situada no sul do continente americano e é, devido à sua extensão geográfica, o 2º maior país da América do Sul e o 8º do mundo. Seus 3.800 quilômetros de longitude se estendem desde os 21º 46’ até os 49º 55’ de latitude sul, formando um território de grande diversidade que transita das selvas do Litoral (no nordeste) aos glaciares da Patagônia (no sul). E desde a extensa costa atlântica (no leste) aos picos sempre nevados da Cordilheira dos Andes, fronteira oeste do país.

População:
40.117.096 habitantes

Idioma oficial:
Espanhol

Moeda:
Peso argentino.

Horário:
GMT -3 hs.

Limites

A Argentina limita ao oeste com o Chile, ao norte com a Bolívia e com o Paraguai, ao nordeste como Brasil e ao leste com o Uruguai.

Sistema de governo

Representativo, Republicano e Federal. O território nacional está organizado em 23 províncias e a Cidade Autônoma de Buenos Aires que é também a capital do país.

Regiões turísticas

No plano turístico, estas províncias estão agrupadas em 6 regiões: Buenos Aires, Córdoba, Cuyo, Litoral, Norte e Patagônia. Cada uma delas conta com características diferenciais, atrações turísticas e culturais próprias.

Clima

Devido à sua extensão, a Argentina possui uma grande variedade de climas. O predominante é o clima temperado, com clima subtropical no norte e subpolar no extremo sul.
Consulte o clima do país

Religião

A Constituição da Nação consagra a liberdade de culto. A maior parte da população pertence à religião católica apostólica romana, mas, junto ao catolicismo, coexistem mais de 2.500 cultos inscritos.

Comunicações

O código telefónico internacional da Argentina é +54. Em todo o país, você poderá encontrar locais com serviços telefônicos e Internet. Os telefones públicos funcionam com moedas de curso legal vigente ou com cartões.

Conectividade

Internet é um serviço muito difundido em hotéis, bares, restaurantes e em espaços públicos, como parques e praças (conexão wifi).

Eletricidade

Corrente alterna de 220/240 volts a 50 ciclos.

Viajar na Argentina

A Argentina conta com um importante sistema de infraestrutura e transporte.

Via aérea: O principal terminal aéreo, que conecta a Argentina com 50 destinos nos 5 continentes, é o Aeroporto Internacional de Ezeiza “Ministro Pistarini”, situado a 37 quilômetros da cidade de Buenos Aires. Os voos de cabotagem e alguns voos para países limítrofes partem, também, do Aeroparque Internacional “Jorge Newbery”, situado a 10 quilômetros do centro da cidade.

Aerolíneas Argentinas, a linha aérea de bandeira membro da aliança SkyTeam, conecta as principais cidades de todo o país. Também cobrem as rotas internas empresas como Andes Líneas Aéreas, LADE, LAER, LAM e Sol Líneas Aéreas.

Procure o seu vôo

Via terrestre: Outra forma confortável de viajar pelo país é o ônibus. Muitas empresas de longa distância contam com o ônibus tipo cama, além de outros serviços especiais a bordo.

Também é possível optar pelo aluguel de um veiculo. As estradas estão quase todas asfaltadas e a maioria é de circulação dupla, de trânsito livre ou com pedágio. No interior do país existem rodovias e caminhos de seixo, geralmente em muito boas condições. Em todos os casos, lembre-se de dirigir com cuidado e precaução, respeitando as normas de trânsito.

Para obter informação sobre o estado das rodovias, você pode consultar a Direção Nacional de Vias (para estradas sem pedágio) através do (011) 4343-8544. E, para o caso de rodovias concessionadas (com pedágio), ligue para o Órgão de Controle das Concessões Viárias ao 0800-333-0073.

Você também pode consultar o mapa online de YPF, com informação sobre as rodovias, o estado do clima e outros dados relevantes.

Compras

A moeda oficial é o peso argentino. Porém, o dólar estadunidense e o euro são aceitos em comércios turísticos. O câmbio de divisas se realiza em bancos e em casas de câmbio autorizadas, com apresentação de passaporte.

Formas de pagamento: Os cartões de crédito de mais aceitos são MasterCard e Visa, também American Express e Diners. Pode haver dificuldades para a aceitação de cartões de crédito e cheques de viageiros fora das cidades e dos centros turísticos. A rede de caixas eletrônicos –de onde é possível extrair pesos argentinos utilizando cartões de crédito- funciona em todo o país.



Horários comerciais: Os bancos e as casas de câmbio atendem de segunda a sexta de 10h às 15 h. Pode haver modificações de horário em algumas províncias. Os centros comerciais (shoppings) abrem todos os dias das 10h às 22 h. Os comércios, em geral, das 9/9:30h às 20/20:30 h. Em algumas províncias, é usual que o comércio feche desde o meio-dia até as primeiras horas da tarde, momento do clássico descanso conhecido como “la siesta”.

Devolução do IVA: Em caso de adquirir produtos nacionais por importes superiores a $ 70 nos comércios aderidos ao sistema “Global Refund”, é possível obter a devolução do valor pago em conceito do Imposto ao Valor Agregado (IVA). O trâmite se realiza no aeroporto internacional, com apresentação das notas fiscais pagas.

www.argentina.travel