Quantcast

A província de Neuquém se encontra a 1.156 km. de Buenos Aires. Em língua mapuche, seu nome significa “audaz, impetuoso, altivo”, definindo desde as épocas das suas populações originárias as características mais destacadas da sua geografia.

O norte da província entesoura vulcões, águas termais, profundos vales, curiosas plataformas e manifestações de arte rupestre, todo enquadrado num espetacular espaço denominado Cordilheira dos Ventos. A presença do Domuyo, o cume mais alto da Patagônia, representa um atrativo de hierarquia internacional que permite desfrutar do trekking e o montanhismo. Para o leste pode-se encontrar a zona da Cuenca Neuquina, um lugar que registra importantes achados de fósseis de animais e vegetais, reconhecido ao nível mundial. Nesta região se encontra a cidade de Neuquén, capital da província e uma das cidades mais importantes da região patagônica, e a zona produtora de vinhedos que jaze a poucos quilômetros dali. A terceira zona é conhecida como o roteiro dos lagos, a mais popular entre turistas, com uma ampla variedade de opções para a aventura e um contexto natural de excepcional beleza, com parques nacionais, florestas e lagos, um contraste entre verdes e azuis no verão, cores ocres no outono e uma manta branca de neve no inverno. A quarta comarca está ao noroeste da província de Neuquén e é onde se encontram os centros para o Turismo Termal, ideais para acolher aos visitantes desejosos de se relaxar num spa, desfrutando desta água quente que desde as épocas dos Mapuches foi concebida com poderes especiais espirituais.

www.neuquentur.gob.ar

Subsecretaría de Turismo: http://www.neuquentur.gob.ar

Share Share Share Share

Mais para ver

Serviços turísticos