Quantcast

O Litoral argentino é refúgio do único vestígio da convivência entre habitantes originários, os guaranis, e os homens do outro lado do oceano, os monges Jesuítas. Declaradas Patrimônio Cultural da Humanidade em 1984, as Missões Jesuítico-Guaranis, hoje radicadas no território da província de Misiones, formaram parte dos 33 povoados que compunham a antiga Província Jesuítica do Paraguai. Estabelecidas em território argentino na primeira metade do século XVII, são parte fundamental da historia do lugar, representando um legado inigualável dos conhecimentos dos guaranis e do projeto evangelizador e económico da Companhia de Jesus na América Latina. Para a UNESCO, “representam uma experiência económica e sociocultural sem precedentes na história dos povos”.

Share Share Share Share

Mais para ver